Campinas,
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
POSSE / TRASMISSÃO DE CARGOS
COLAÇÃO DE GRAU
PRÊMIOS E DISTINÇÕES
HOMENAGENS E COMEMORAÇÕES
INAUGURAÇÕES E LANÇAMENTOS
CAMPANHAS INSTITUCIONAIS
VISITAS DE AUTORIDADES
EVENTOS CIENTÍFICOS
ASSINATURA DE CONVÊNIOS
PROGRAMAÇÃO CULTURAL
 

Colação de grau é o ato institucional que se realiza em assembléia ordinária do Conselho Universitário para conferir graus acadêmicos aos graduados, em dia e hora marcados pelas unidades de ensino, por delegação da Reitoria. A cerimônia de colação de grau era coletiva até 1995 — realizada em conjunto por todas as unidades, exceto a Faculdade de Ciências Médicas (FCM). A solenidade era presidida pelo reitor, acompanhada pelos pró-reitores, diretores de unidades e homenageados.

Em conseqüência da Portaria GR no 26/96, os diretores passaram a presidir as assembléias universitárias de colação de grau, que atualmente estão descentralizadas. A Resolução GR no 61, de 25 de agosto de 2003, regulamenta os procedimentos aprovados na 149a reunião da Comissão Central de Graduação, que devem ser seguidos nas cerimônias de colação de grau e entrega de diplomas de graduação.

Desse modo, aos diretores das unidades de ensino e pesquisa cabe convocar e presidir assembléias universitárias de colação de grau e entrega de diplomas, e delas só participarão os alunos que tenham cumprido todas as exigências de seus cursos.

Em data preestabelecida em cronograma, as unidades encaminham à DAC ofício com a data de colação de grau para o final do período letivo. Os diplomas são preparados e encaminhados à Secretaria Geral para serem registrados. A DAC prepara os diplomas e históricos escolares em envelopes personalizados, acompanhados de listagem, que cada formando deverá assinar. A presença do formando é obrigatória. As unidades de ensino retiram os envelopes personalizados e a listagem dos concluintes, dependendo do horário em que o evento irá ocorrer. Se for realizado pela manhã, a retirada ocorre no final da tarde do dia anterior; caso ocorra à noite, a retirada ocorre na tarde daquele mesmo dia.

Os convites devem levar a logomarca da UNICAMP e conter os nomes das autoridades da administração central (reitor, coordenador-geral da Universidade e pró-reitores), além do diretor da unidade e homenageados. A título de informação, “paraninfo” é o padrinho da turma de formandos e a ele se presta homenagem durante a solenidade, ao passo que o “patrono” é a figura tutelar da turma de formandos daquele ano específico.

O uso da beca para colação de grau é recomendável, embora nada conste nos Estatutos ou no Regimento da Universidade.
Quaisquer alterações na ordem do roteiro devem ser submetidas com antecedência ao cerimonial do Gabinete do Reitor. É necessária a confirmação da presença dos alunos até uma hora antes do início da cerimônia.

É fortemente recomendada a formação de uma equipe de apoio na unidade para assessorar o responsável pela colação, no encaminhamento, monitoramento e execução da cerimônia de colação de grau.

Providências específicas para a organização do evento

auxiliar na entrega de mimos;

auxiliar na composição da mesa;

orientar os alunos para inserir seus discursos em pastas;

recepcionar autoridades;

orientar alunos para fila e assentos;

entregar a indumentária e auxiliar no vestir: beca, capelo (espécie de capa pequena solta sobre os ombros e presa na frente com cordões, denominados alamares), borla (chapéu privativo do reitor e doutor honoris causa, na cor da respectiva área de conhecimento), jabô (peitilho confeccionado em renda), faixa, toga (para o presidente da mesa), estola (para o presidente da mesa, na cor branca);

assessorar o mestre-de-cerimônias e a mesa de honra;

manter articulação constante entre equipe, fotógrafos, técnico de filmagem e de som, músicos e mestre-de-cerimônias.

Outras providências

realizar reunião com o ATU, o mestre-de-cerimônias, os membros da comissão de formatura e eventualmente os prestadores de serviços diversos contratados para o cerimonial. O bom entendimento entre essas instâncias é fortemente recomendado, pois constitui garantia de tranqüilidade e sucesso da solenidade;

reservar espaço apropriado para fotógrafos e cinegrafistas, com a finalidade de conferir tranqüilidade à cerimônia;

garantir que os exemplares do roteiro do cerimonial, em mãos da comissão de formatura, do sonoplasta, do mestre-de-cerimônias e do diretor da unidade, estejam corretos e idênticos;

conferir as pastas com os textos do juramento e discursos dos formandos/oradores, deixando-os junto à tribuna;

providenciar: cadeiras e mesa de conferência (averiguar a posição e a disponibilidade de espaço para os componentes da mesa de autoridades), praticáveis para os formandos, ornamentação (flores), água para os componentes da mesa de conferência, serviço de copa na sala das autoridades e para os convidados da mesa, bandeiras do Brasil, do estado de São Paulo e da UNICAMP (obrigatórias), toalha, canudos para os certificados (opcionais), livro de assinatura e listagem de colação de grau, canetas para assinatura, alfinetes de gancho e kit de costura para emergências, ferro de passar roupas.

Cores das faixas das becas

cursos de Humanas, Artes, Exatas, Ciência, Tecnologia, Enfermagem: azul;

cursos de Biológicas (Medicina, Biologia, Educação Física): verde;

curso de Odontologia: vermelho escuro;

presidente da mesa: branca.

Observação: algumas unidades adquirem as próprias becas, que ficam sob a responsabilidade do ATU.

Veja Roteiro para Cerimônias

Colação de grau